Avançar para o conteúdo

O papel da comunicação na cultura midiática

Conteúdo atualizado há 9 meses

A cultura midiática é construída baseada em comunicação. Para ter boa presença neste campo, é essencial ser capaz de se comunicar de maneira clara e eficaz, como em qualquer outro aspecto da vida pessoal ou profissional. Afinal, se você não sabe praticar a comunicação assertiva, como esperar que as pessoas entendam e apoiem suas ideias?

Embora a comunicação seja importante em qualquer campo da vida, ela é especialmente crucial na cultura midiática. Isso porque é uma área em constante mudança e evolução, com imenso impacto na vida de todos. Portanto, para manter-se à frente no mercado, você precisa ser capaz de adaptar seu estilo de comunicação e manter-se atualizado com as últimas tendências.

E um dos aspectos mais importantes da comunicação na cultura da mídia é poder apresentar suas ideias de maneira eficaz. Quer você esteja lançando uma nova história para seu editor ou tentando vender uma campanha publicitária para um cliente, você precisa ser capaz de transmitir seu ponto de vista de maneira clara e concisa. Isso nem sempre é fácil, mas é uma habilidade que pode ser aprendida e desenvolvida com muita prática.

Outro aspecto importante, é a capacidade de trabalhar em rede de maneira eficiente. Neste campo de atuação, tudo gira em torno de quem você conhece e quais veículos acompanha. Quanto mais pessoas você conhecer, quanto melhor for o seu relacionamento com essas pessoas e quanto mais informação de qualidade você tiver acesso, maiores serão as suas chances de sucesso. Em outras palavras, você precisa ser capaz de construir relações profissionais fortes, cultivar uma grande e diversificada rede de contatos e manter-se bem-informada(o).

montagem gráfica com teclado e jornal no fundo, em tons de lilás e violeta, com texto cultura midiática e comunicação
Entenda o papel de cultura midiática na comunicação

Breve resumo sobre Cultura Midiática

Em resumo, cultura midiática é a cultura que existe dentro de uma sociedade que é fortemente influenciada pelos meios de comunicação de massa. Ou seja, é a forma como os meios de comunicação afetam as atitudes, valores e crenças de uma sociedade, ou até mesmo à forma como ela molda nossas vidas diárias.

A saber, alguns estudiosos acreditam que a cultura da mídia tem desempenhado importante papel na formação da sociedade moderna de maneira negativa. Eles argumentam que as imagens e mensagens que recebemos diariamente contribuem para uma série de problemas sociais, tais como violência, racismo e sexismo. Mesmo que a defesa das “minorias” esteja ganhando cada vez mais força e representatividade com o passar do tempo. Outros acreditam que a cultura da mídia tem impacto positivo na sociedade, fornecendo novas formas de entretenimento e comunicação, ajudando a conectar pessoas de todo o mundo e facilitando o acesso à informação.

Em contrapartida, independentemente de você acreditar que a cultura midiática seja positiva ou negativa, não há como negar que ela tem um papel significativo em nossas vidas. Como nós vivemos em um mundo cada vez mais conectado, é importante entender o papel que a cultura midiática desempenha na formação de nossas crenças e comportamentos. Mesmo que seja algo bastante complicado de definir e entender, como explica Lúcia Santaella no trecho que destaco abaixo.

“Com bastante imprecisão, muitos têm se referido a todo o complexo contexto atual sob o nome de “cultura midiática”. Essa generalização cobre o território com uma cortina de fumaça. É claro que tudo é mídia, até mesmo o aparelho fonador. Quais são elas, como se inserem na dinâmica social, em quais delas o capital está investindo, como impõem sua lógica ao conjunto da cultura? São todas questões irrespondíveis se não fizermos o esforço de precisar nossos conceitos. A confusão conceitual é proporcional à confusão dos modos como nos aparecem os fatos que pretendemos compreender.”

Lúcia Santaella

Qual é o papel da comunicação na cultura da mídia?

Para responder a esta pergunta, precisamos primeiro entender o que é a cultura da mídia. Como mencionado acima, cultura da mídia é a cultura que existe dentro de uma sociedade, fortemente influenciada pela mídia de massa. Este termo se refere ao modo como a mídia de massa afeta as atitudes, valores e crenças de uma sociedade, ou mesmo o modo como formatamos nossas vidas diárias.

Dito isto, o papel da comunicação na cultura da mídia é agir como um canal para as informações que são veiculadas pela mídia. Portanto, a comunicação tem um papel importante na formação de nossas crenças e comportamentos, e, por isso, a cultura da mídia é uma força poderosa no mundo.

Alguns têm argumentado que a comunicação é um processo de mão dupla e que a cultura da mídia ajuda a moldar nossa compreensão do mundo. Outros afirmaram que a comunicação é um processo de mão única, e que a cultura da mídia entrega uma compreensão do mundo pronta, sem que nos demos conta disso. Independentemente de qual lado do argumento você cair, não há como negar que a comunicação tem um papel significativo na cultura midiática.

Como a comunicação mudou no cenário da mídia moderna

É perceptível que a forma como nos comunicamos mudou drasticamente nos últimos anos, graças ao crescimento das mídias sociais e outras plataformas digitais. No passado, a comunicação era, na maioria das vezes, de mão única, com os meios de comunicação de massa transmitindo mensagens para uma grande e generalizada audiência. Hoje, a comunicação é multidirecional e nós podemos interagir com a mídia e uns com os outros em tempo real.

Esta mudança teve um efeito profundo na cultura midiática. Porque, no passado, a cultura da mídia era principalmente passiva, e nós consumíamos as mensagens que eram divulgadas sem questionar. Hoje, é ativa e participativa, e nós estamos constantemente nos envolvendo com as mensagens e imagens que vemos.

Além disso, nosso leque de opções de mídia e a oportunidade de escolher o que acompanhar e consumir também aumenta cada dia mais. O que proporciona uma gama diversificada de perspectivas e nos permite tomar nossas próprias decisões sobre o que queremos acreditar e como queremos viver nossas vidas.

O resultado é que a comunicação se torna cada vez mais complexa, diversificada e  democratizada. E como a cultura da mídia continua a evoluir, também o papel da comunicação dentro dela continuará a evoluir. Ou seja, não há um destino, mas sim uma jornada.

Quais desafios a cultura da mídia representa?

Embora a cultura da mídia possa ser uma força para o bem, ela também apresenta alguns desafios que precisam ser enfrentados. Um dos maiores problemas visíveis é como ela pode reforçar as desigualdades sociais. Por exemplo, pessoas que já são marginalizadas pela sociedade são frequentemente as mais expostas a mensagens de violência, ódio e fanatismo.

Arrisco a dizer também, que a cultura da mídia pode criar uma sensação de falsa realidade. Como somos constantemente bombardeados com uma grande quantidade de informação, pode ser fácil esquecer que elas nem sempre são um retrato exato do mundo em que vivemos. Isto pode levar a uma desconexão entre nossa realidade vivida e a realidade criada pela mídia. O que é bastante preocupante, porque pode ser prejudicial à saúde mental e ao nosso bem-estar.

Finalmente, a cultura da mídia também pode ser uma fonte de distração das coisas que realmente importam em nossas vidas. Com tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo e a facilidade de consumir apenas aquilo que nos agrada, pode ser fácil se perder no barulho e esquecer o que é realmente importante.

Apesar desses desafios, a cultura da mídia continua sendo uma parte importante de nossas vidas e de nosso mundo. E a comunicação continuará a desempenhar um papel vital na sua formação!

frase de lúcia santaella: "com bastante imprecisão, muitos têm se referido a todo o complexo contexto atual sob o nome de 'cultura midiática'. Essa generalização cobre o território com uma cortina de fumaça."
Citação de Lúcia Santaella sobre cultura midiática

Como podemos confiar na mídia?

Em um mundo onde somos bombardeados com informações de todos os lados, pode ser difícil saber em quem ou em que confiar. A mídia é uma das instituições mais poderosas da sociedade, e exerce uma grande influência sobre nossas vidas. E, por conta disso, também sobre muito com a presença frequente de fake news e desinformação.

Então, como podemos saber em quem ou em que confiar? A resposta é que precisamos ser consumidores exigentes e críticos de informação. Nós precisamos ser capazes de questionar as fontes de informação e avaliar as evidências.

É claro que isso nem sempre é fácil, mas é importante lembrar que a comunicação é um processo de duas vias. Portanto, precisamos ser proativos na maneira como consumimos a mídia e devemos estar sempre abertos a ouvir diferentes pontos de vista. Ademais, devemos usar nosso próprio julgamento para determinar o que é verdade e o que não é, além de sempre checar as informações recebidas.

Em conclusão, o papel da comunicação na cultura midiática é complexo e está em constante mudança. Como vimos, é uma força poderosa em nosso mundo, e molda nossas crenças e comportamentos. Portanto, precisamos estar conscientes de como ela funciona para navegar nos modernos meios de comunicação, e nós precisamos ser consumidores críticos de informação.

Só assim conseguiremos tomar decisões acertadas e bem-informadas sobre o mundo em que vivemos, a fim de construir uma sociedade cada vez melhor para todos. Este é e sempre será o maior poder da comunicação!

Referências

SANTAELLA, Lúcia. (2008). Da cultura das mídias à cibercultura: o advento do pós-humano. Revista FAMECOS, 10(22), 23-32. Disponível em: https://doi.org/10.15448/1980-3729.2003.22.3229. Acesso em 05 out. 2022.

REFERÊNCIA PARA ESTE POST: TERRATACA, Eliane. O papel da comunicação na cultura midiática. Aqui Tem Comunicação, 05 out. 2022. Disponível em: https://aquitemcomunicacao.com/blog/cultura-midiatica. Acesso em [sua data de leitura].

GOSTOU DO POST? (deixe sua dúvida ou sugestão)

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *