Avançar para o conteúdo

Como deixar de ser bonzinho e começar a cuidar de si mesmo

Conteúdo atualizado há 5 meses

Todos nós sabemos que ser simpático é uma coisa boa, mas, às vezes, ser agradável demais pode ter consequências negativas. Se você sempre coloca os outros em primeiro lugar, então não está ajudando a si mesmo. Você precisa aprender como deixar de ser bonzinho demais, de uma maneira saudável, e começar a ser assertivo. Assim sendo, você se sentirá melhor!

Se você está sempre se adaptando e se esforçando para atender apenas às necessidades de outras pessoas, pare já com isso! É importante ser gentil, mas você também precisa cuidar de si mesmo. Pessoas tóxicas continuarão a tirar proveito de você. Isto significa que você pode cair nas graças de aproveitadores, o que não é nada bom para o seu bem-estar.

Ou seja, o problema de ser bonzinho demais é que muitas vezes acabamos sendo explorados por pessoas que abusam da nossa generosidade. Você pode se tornar um alvo fácil para pessoas que querem tirar vantagem. Você pode se sentir usado e explorado, e isso pode te dar problemas de autoestima e saúde mental.

Então, entenda que ser bom não é ser bonzinho e leia este post até o final para evitar esse problema.

mulher fazendo careta e olhando pro lado tentando descobrir como parar de ser boazinha
Você sabe o que fazer para parar de ser bonzinho demais? | Foto: Freepik

Seja altruísta, mas também se preocupe consigo mesmo

Ser bom demais é ruim para você, porque pode levar ao esgotamento e até mesmo à depressão. Entretanto, não precisa parar de ser agradável, desde que também tome conta de si mesmo.

Eu sei bem como essa mania de ajudar sempre, agradar sempre e estar sempre disponível é desgastante. Como você sabe, não sou psicóloga e nem terapeuta… Mas garanto que já vivi situações bem difíceis na vida por conta disso e usei habilidades de comunicação para sair desse “vício”.

Por isso, acredito que tenho algumas dicas para dar e espero que seja uma inspiração para você começar a praticar o autocuidado e preservar sua saúde mental.

A verdadeira satisfação e realização pessoal vêm de ser fiel a si mesmo, seguindo seus próprios valores e objetivos, independentemente da aprovação externa. Lembre que é impossível agradar a todos, mas é completamente possível encontrar felicidade e autenticidade ao ser verdadeiro consigo mesmo.

Eliane Terrataca – Aqui Tem Comunicação

Em outras palavras, o primeiro passo para parar de querer agradar a todos sempre é se libertar das expectativas e opiniões alheias. É preciso entender que é impossível agradar a todos, e que a busca pela aprovação constante pode nos levar à exaustão e sacrificar nossa própria essência.

Portanto, é fundamental aprender a valorizar e respeitar nossos próprios desejos e necessidades, colocando-nos em primeiro lugar quando necessário. Além disso, é importante lembrar que cada indivíduo têm suas próprias perspectivas e gostos, e nem sempre serão alinhados com os nossos. Por isso, você precisa aprender a aceitar as divergências e entender que não é possível controlar as opiniões dos outros.

E o que te faz sempre querer agradar aos outros?

Acredite, você não é a única pessoa que sofre com isso! Irracionalmente, todos os seres humanos têm a necessidade de serem aceitos e amados.

O psicólogo norte-americano Albert Ellis define que temos crenças irracionais comuns, em seu método de terapia racional emotiva comportamental. Dentre as crenças, uma está diretamente ligada a esse problema de ser bonzinho demais: “preciso ser amado e ter a aprovação de todas as pessoas importantes que me rodeiam”.

E isso é ruim no sentido de que ao ter essa preocupação e esbarrar em algum tipo de reprovação, fica fácil começar a pensar que não vale nada, que é inferior e assim por diante. Ao mesmo tempo que aumenta o esforço de tentar ser ainda mais agradável e acaba adotando um estilo passivo de comunicação. Ou seja, é um ciclo perigoso!

É importante estar ciente desses efeitos negativos e buscar maneiras de quebrar esse ciclo para promover a autoestima e a confiança. Você vai precisar praticar muito para mudar seu comportamento, mas é possível!

Conteúdo exclusivo sobre comunicação no seu e-mail!

Quatro livros para te ajudar a deixar de ser bonzinho

Claro que essa jornada para deixar de ser bonzinho demais não é fácil. Além de se policiar o tempo todo, você também pode ler alguns livros com técnicas e dicas muito úteis para te ajudar. Eu selecionei quatro livros que, com certeza, poderão te guiar no caminho para enfrentar esse desafio. Olha só:

  1. Ser bom não é ser bonzinho: Como a comunicação não violenta e a arte do palhaço podem te ajudar a identificar e expressar as suas necessidades de … – E evitar julgamentos, como o deste título → O livro é dividido em três partes. A primeira fala sobre as experiências do autor como palhaço e como elas o ajudaram a desenvolver uma maior compreensão de si mesmo e dos outros. Na segunda parte, ele nos ensina os conceitos básicos da Comunicação Não Violenta. E na terceira, ele nos mostra como aplicar esses conceitos em nossas vidas.
  2. Comunicação assertiva: o que você precisa saber para melhorar suas relações, por Camila Benatti e Andrea Becker Um livro para quem encara o processo de comunicação como desafio e aprendizado contínuos, que deseja aprimorar e ter sucesso em suas relações de forma mais assertiva e efetiva, nos mais variados contextos.
  3. O emocional inteligente: como usar a razão para equilibrar a emoção, por Vera Martins → Um mergulho no cérebro emocional em busca de respostas para auxiliar pessoas a atingirem o máximo da sua potencialidade. Porque todos precisam saber do poder que as emoções têm quando são vividas de forma mais consciente, ou melhor, mais racional.
  4. As cinco habilidades essenciais do relacionamento: como se expressar, ouvir os outros e resolver conflitos, por Dale Carnegie → O livro é muito bom para quem tem dificuldades de se relacionar. E também para quem deseja ter relacionamentos saudáveis. É composto por exemplos claros e proporciona exercícios.

Como parar de ser bonzinho demais?

Depois de entender que ser agradável o tempo todo é ruim para você, ler livros e procurar orientação profissional, você ainda precisa ter cuidado extra, seguindo estes 10 conselhos que tenho para te dar:

  1. Aceite que é simplesmente impossível agradar a todos – já falamos sobre isso.
  2. Coloque-se em primeiro lugar em tudo o que você decidir fazer, quando seu bem-estar, sua saúde e paz de espírito estão em jogo, é hora de ser egoísta!
  3. Desenvolva sua inteligência emocional e estabeleça limites em seus relacionamentos pessoais e profissionais.
  4. Lembre-se que quando outras pessoas pedem algo, você não têm obrigação alguma de satisfazer, a não ser que você queira (ou seja seu chefe!).
  5. Não permita que outros se aproveitem da sua bondade. Aprenda a identificar pessoas tóxicas e simplesmente as elimine da sua vida.
  6. Jamais tolere comportamentos que você não gosta. Ninguém pode ser tratado como inferior, muito menos você! Saiba que o silêncio é a melhor resposta para se proteger na maioria dos casos.
  7. Aceite que conflitos são ruins e, vez ou outra, simplesmente acontecem. Nestes casos, você precisa aprender como praticar a comunicação não violenta e lidar melhor os problemas de relacionamentos.
  8. Não faça julgamentos (nem sobre si mesmo, nem sobre os outros).
  9. Você não tem que concordar com tudo o que os outros dizem. Há muitas maneiras de discordar de maneira respeitosa e vai ficar tudo bem. Se a discordância der problema, aí está mais uma pessoa tóxica para cortar contato.
  10. Se estiver fazendo algo que faz você se sentir mal, pare. Acima de tudo, respeite a si mesmo e não se prejudique em nada só para ser agradável. A prática da solitude e conversar consigo mesmo podem fazer maravilhas por você!

Falar é mais fácil do que fazer, eu sei. Criei essa lista apenas para mostrar como parar de ser bonzinho e não quer dizer que a partir de agora você está pronto para mudar de vida. Mas, apenas comece e veja como é possível, aos poucos, se livrar desse ciclo de bondade.

Como Superar Bloqueios Emocionais que Impedem a Prosperidade

★★★★★
R$ 940,90
Udemy.com
*preço atualizado em 19 Fevereiro, 2024 14:06

Pronto para deixar de ser bonzinho?

Guarde a lista de conselhos acima em lugar de fácil acesso e leia tudo sempre que precisar. Não esqueça que se você não aprender a deixar de ser bonzinho, sua saúde mental poderá sofrer no futuro.

Aprenda a dizer não quando necessário. Saiba que você não é responsável pela felicidade dos outros. Aceite que os conflitos são inevitáveis. Não tolere maus comportamentos. Estabeleça limites com os outros. E coloque-se em primeiro lugar em tudo, mas tome cuidado para não se tornar uma pessoa chata.

Tenha certeza de que você vai se sentir melhor depois de fazer isso, porque a partir de agora VOCÊ é importante. Não esqueça disso, jamais.

Se quiser entender melhor tudo o que expliquei aqui, confira o vídeo em meu canal no YouTube, logo abaixo, e não esqueça de se inscrever para acompanhar mais conteúdo sobre comunicação para melhorar suas relações.

GOSTOU DO POST? (deixe sua dúvida ou sugestão)

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *